quinta-feira, 24 de julho de 2008

Quem não sabe!












Q
uem já não se enganou?
Quem já não chorou?
Quem já não passou noites sem dormir?
Quem já não pensou que morreria?
Tudo isto por amor!

Mas quem sabe …
Que foi enganado!
Que as lágrimas foram em vão!
Que as noites foram longas!
Que não morreu por amor!

Sabe…
Que a vida é bela!
Que os passarinhos cantam!
Que existe Primavera!
E que há uma lua cheia brilhante!
E sempre um sorriso …
à nossa espera!

Obrigada! ((*_~))

4 comentários:

Anônimo disse...

E há sempre o sol a espreitar atrás da uma nuvem!
(*_~)

A.J.Faria disse...

Olá, Liar!
A vida é sempre bela, mesmo quando existe umas nuvens cinzentas que por vezes não nos deixam ver o sol!

Costei muito do post!

Bjs

Ana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana disse...

Desculpa kida Liar fui eu que eliminei o comentário anterior, pensava que estava a comentar a Pedra Filosofal, rsrsrsrs.
Gostei muito deste poema. A vida é sempre bela e vale a pena viver, porque apesar de alguns obstáculos menos bons, há sempre coisas muito boas que nos fazem muito felizes. Parabéns!
Jinhosssss, Guga