terça-feira, 8 de junho de 2010

Barco de Papel



















Fiz um barco de papel
Que fui por ao mar
Perdi-o no horizonte
No seu belo navegar

Passará por oceanos
Tempestades e calmaria
Atracará num grande porto
Ou ancorará numa ilha!

Não levava capitão
Nem carta de marear
Ia só cheio de sonhos
À deriva a navegar

Nunca saberei seu destino
Nem se um dia naufragou
Se realizou seus sonhos
Ou se o vento os levou

Meu barquinho de papel
Sem leme e sem timoneiro
Poderia ter ido contigo
E seria teu companheiro!

5 comentários:

RETIRO do ÉDEN disse...

"Barco de Papel"...como a nossa vida, todos desempenhamos um determinado papel que nos foi confiado pelo Criador...ou O tomamos como Capitão da nossa vida...ou ficamos à deriva...e tal como esse lindo barquinho de papel...poderemos ir parar a uma ilha ou à deriva a navegar...se seus sonhos foram ou não realizados...ou os sonhos que O Senhor tem para cada um de nós...
Linda a foto.
As cores estão demais em beleza...
Estou feliz por ter regressado com tanta inspiração e com tanto sentimento.
Obga. pela partilha
Forte abraço
Mer

Agulheta disse...

Querida Céci! Em cada um de nós temos algumas dessas palavras.Em cada pensamento só nosso,o barco de papel está lá,ilumina os nossos sonhos e esperanças.Era bom que ele ancorasse em porto seguro.
Gostei como sempre da singeleza das palavras
Beijinho

Ana disse...

Olá kida Céci!

Este barquinho de papel está uma delícia!

Não levava capitão
Nem carta de marear
Ia só cheio de sonhos
À deriva a navegar

Os sonhos que ele levava deverão descobrir um porto seguro, chamado FELICIDADE e tenho a certeza que estarás lá para o veres atracar.

LINDOOOOOOO!!!!!

Jinhos doces

Canduxa disse...

Céci,

que lindo barco de papel....navega sózinho, levando teus sonhos....um dia volta!

Lindos versos.

Beijinhos com grande carinho

Chris disse...

Bonito poema!