quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Bola de Sabão













(foto da net)

Como uma bola de sabão
Aos olhos de uma criança
Hoje sinto-me tricolor
E com enorme esperança

Com um simples sopro
Vou voando levemente
Sem nunca deixar de ser
Uma bola transparente

Empurrada pela brisa
Que me envolve com doçura
Liberto-me de tudo e todos
E deixo-me ir com ternura

Levo sonhos e lembranças
De tudo que foi bom e belo
Flutuando pelo céu azul
Que é perfeito e singelo

E neste voo em pleno
Feito de água e sabão
Senti-me esquecer
Tanta preocupação!

Céci

11 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Olá amiga Ceci. Gostei do teu poema. Achei natural, leve, doce. Fez me sentir criança novamente.
Um grande abraço

Agulheta disse...

Amiga Céci!Que bom embalar numa bola de sabão,ao sabor do vento e brisa suave.Gostei muito,simples e com toda a esperança nele...poema.
Beijinho e tudo de bom

RETIRO do ÉDEN disse...

Senti-me criança...
Senti-me a sonhar...
Senti-me sem medos...
Sem responsabilidades "adultas" que na maioria das vezes nem fazem sentido...ou até fazem...
Que subtil, que lindoooooooo.
Obga.por este momento mágico do Céu.
Sê feliz.
Bj.
Mer

Xana disse...

Que bom sonhar, nos sentirmos livres como uma bola de sabão e por momentos esquecermos as preocupações:)
obrigada por este pedacinho de calma
beijinho

RETIRO do ÉDEN disse...

Querida Céci,
Aqui vai o meu abraço muito apertadinho.
Que Deus lhe dê a aceitação necessária para este momento que só o "tempo e a Sua aceitação" podem aliviar essa tristeza e mau-estar de sofrimento pela perda.
Bjs. com carinho
Mer

Jorge Manuel Brasil Mesquita disse...

Bela legenda poética. A bola de sabão é um mundo de cores e a surpresa de uma solidão que se evapora.
Jorge Manuel Brasil Mesquita
Lisboa, 07/12/2010

poetaeusou . . . disse...

*
amiga
as bolinhas de sabão,
trazem magia ao olhar !
,
conchinhas,
deixo,
,
*

Vieira Calado disse...

Bolas de sabão...

levadas pelo vento!

É simples o poema,

mas bonito.

saudações poéticas

Nilson Barcelli disse...

Todos andamos a precisar das tuas bolas de sabão... para esquecer, como dizes, tanta preocupação...
Querida amiga, o teu poema é muito bom e tem uma musicalidade que até dá para ser cantado. Fosse eu músico...
Beijos.

Secreta disse...

Há dias em que conseguimos sentir Paz.

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga Céci, passei para te desejar um Natal muito feliz.
Beijos.