quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Definitivamente Não


















Não à fome
e à guerra
ao preço do pão
e ao desrespeito

Não ao desemprego
e ao desespero
de quem tem família
para sustentar

Não aos baixos salários
e à escravidão
dos que precisam
comer

Não ao desrespeito
Com que tratam
Os velhos e as crianças

Não a falta de educação
e à falta de amor
ao próximo


Não, Não, Não e NÃO!

Céci

4 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Amiga Ceci, subscrevo o teu poema, pois apesar do avanço tecnológico/científico, ainda falta muita coisa para atingirmos um padrão satisfatório de dignidade.
Um abração. Tenhas um bom dia.

Agulheta disse...

Amiga Céci! Estou contigo neste poema de grito, que todos nós sentimos.Parece que ultimamente caminhamos um passo em frente e muitos para trás.
Beijinho

Secreta disse...

O NÃO pelo qual todos lutamos!
Beijito :)

Multiolhares disse...

assino a"petição" não, não ,não
é desumano o que a maior parte de nós esta a passar
bjs