terça-feira, 31 de março de 2009

Lua e Mar






















Quando o sol se despediu,
Chegou a Lua sorridente,
Deitou-se sobre o mar azul
E, iluminou-o simplesmente!

Com sua luz cor de prata
E um mistério encantador
Conquistou o mar solitário
Sem ter que falar de amor!

Logo se completaram
Com encanto e sedução
Ele teria o seu lindo brilho
Ela a sua melodiosa agitação

Dançaram ao som do vento,
Trocaram beijos salgados
Abraçaram-se ao luar
Como eternos apaixonados

Ela grita bem alto
Na hora da despedida,
Que encontrou o amor
Quando se sentia perdida!

Sim, ela já gostou do sol
Mas o sol desaparecia
Quando ela chegava
Logo ele fugia!

O mar é o amor perfeito
Para com a Lua namorar
Estará sempre à espera
Que ela chegue para a amar!

Liar

5 comentários:

utopia das palavras disse...

Querida Ceci


A lua escolheu o amor perfeito, com sabor a sal e um canto de sereia para os abençoar!

Como sempre um poema ternurento com uma musicalidade brilhante!!

Um beijo

Fernando L disse...

Simplesmente lindo!

Parabéns pela escolha dos vídeos.

Bj

F.

Ana disse...

Olá querida Céci!
Mas que belíssimo poema com um encanto extraordinário, como só tu sabes escrever. Adorei esta forma de amar, é sem dúvida um amor perfeito, pleno de brilho, de sedução, de sabor a sal e cheiro a maresia, estavas muito inspirada, não se chamasse o teu Blog Inspiração.
Pois é querida, a partir de hoje espero ter um pouco mais de tempo para andar por aqui já que fiquei de férias definitivas, não é mentira está bem? Saiu o despacho da minha aposentação e fui hoje, dia 1 de Abril, desligada do serviço. Mas as solicitações não faltam e acho que não vou ter tempo para tudo:-)
Tudo de bom minha querida, tem um dia Primaveril muito feliz!
Beijinhos "super" grandes,
Guga:-) (quando vier a Margarida como me vou chamar:-))

Agulheta disse...

Liar.Muito bonito este poema de amor,que tem tudo para ser perfeito,adorei.
Beijinho Lisa

Persida Silva disse...

Chamo-me Persida e sou artista Plástica, as suas poesias me chamaram atenção, e não deixaria de não deixar aqui a minha simpatia por elas, pois como me derijo para o Universo tudo que diz respeito à Lua, terra, planetas sou atirada para essas maravilhas criadas pour Deus. Desejo-lhe sempre uma boa continuação e continue a admirar-nos com as suas poesias. A saudo com simpatia.
Persida Silva