quarta-feira, 3 de junho de 2009

Escrever!













Escrevo e rabisco
Em tudo que é papel
Palavras que vão surgindo
Num pensamento fiel

Não penso no que escrevo
O subconsciente denuncia
O que estiver na mente
A escrita não renuncia

Tudo me pode inspirar
Uma palavra má ou boa
Um gesto ternurento
Numa atitude à toa

O mar, o sol e a lua
Um pássaro uma criança
Fazem com que escreva
Mensagens de esperança

Falar de amor não é fácil
É um querer e não querer
Como se pode explicar
Que se quer o que faz sofrer?!

E num escrever e rabiscar
Em tudo o que é papel
Vou colorindo as letras
A lápis ou a pastel.

Liar

15 comentários:

fatima disse...

Como sempre...está lindo
Sou tua fã,acredita (*_~)

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA LIAR... BELÍSSIMO POEMA AMIGA... ADOREI!!!
ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Xana disse...

vai rabiscando que o teu rabiscar tem poesia ;)


beijinhos

Agulheta disse...

Liar. Duas coisas a vida tem de boas,amar e gostar da vida e das palavras que fazem poesia como estas.
Beijinho fica bem.

Lisa

Ana disse...

Esta tua amiga Guga por vezes vem a uma hora em que todos já dormem, e vem espreitar (também pode é evidente, porque não agora tem horas para acordar, nem para dormir!:-))
Que bom se eu soubesse esctever assim, mas tenho a minha querida amiga "Liar" que o sabe fazer desta forma tão bela nesta extraordinária poesia.
Bem acho que vou novamente para a "camita" só vim mesmo espreitar, hoje que dia é?:-) Ah! Sexta não é:-) É um dia muito bom para ti, principalmente ao fim da tarde no regresso a casa para mais um delicioso fim-de-semana em família.:-)
Adoro-te "garota"!!!

Jinhosssssssssssssss
Guga

Secreta disse...

Há coisas que não se explicam , e o amor é uma delas :)
Bonitos versos.
Beijito.

Agulheta disse...

Querida amiga. eu sei que sabes escrever palavras e lindas,mas eu só venho de passagem para deixar,abraço e beijinho linda.bfs

Fernando Lisboa disse...

Não pares de rabiscar, porque os teus rabisco de dia para dia tornam-se poemas melhores.

Quando tenho direito a um autografo? Num poema teu,claro! :)

Bj

F.

Multiolhares disse...

Por vezes pasta uma palavras para o sentimento acontecer

Namastê

Rui Figueiredo Vieira disse...

Lindo, ha pequenas coisas que são uma inspiração para a vida. não ha nada mais forte do que um coração aberto. Cumprimentos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA LIAR, VOTOS DE UMA BELA SEMANA... ABRAÇO-TE COM MUITO CARINHO E TERNURA AMIGA,
FERNANDINHA

utopia das palavras disse...

O meu desejo é que essa cor que te sai da alma, pinte em aguarela qualquer palavra que os teus dedos rabisquem no papel! Sempre, amiga!

Um beijo

Agulheta disse...

Liar.É com cores de vida e esperança que venho dizer um olá.
Beijinho

Mariz disse...

Salvé!
Grata pelo comentário e elogio ao meu blog. Também gostei muito de vir cá.
Penso que as pessoas de uma forma ou outra se revêm nas palavras, na côr ou nas imagens...e é isso que é bonito. Reconhecem que também elas são crianças - aquela é a minha parte infantil que, não penso jamaisdescurar...por issoaquele é um meio para criar...já que deixei os palcos.
A sua é pela escrita e neste caso específico, em forma de poema...as palavras brotam da alma e é quase impossivel retê-las de tão bem que sabem ao nosso sentir, quando as lermos.

Volte sempre...
Deixo-lhe uma réstea de Luz e esperança no amanhã.

Mariz

poetaeusou . . . disse...

*
sublime,
o teu post, só !!!
,
aos ombros
de uma gaivota
vão sorrisos de criança,
que se espalham no mar,
entre hinos de esperança,
,
marés de jinos,
,
*