quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Meu Amigo!

















Um de Fevereiro de 2002
Preferia que esta data
Nunca tivesse existido!

Fiquei tão triste,
Quando adoeceste,
O meu chão desabou!
A minha luz se apagou.

Mas porque foi acontecer?
Logo contigo, não...
Eu não quero entender!

Só fiz disparates
Chorei, berrei
E nada podia fazer por ti..
Não podia!

Mas tu vais ser sempre,
O meu amigo querido!

O amigo que me ajudou
Que me ralhou,
E que sempre,
Me acompanhou!

Eu saúde não te pude dar
Mas o meu carinho e amizade
Esse nunca vai acabar!

Bejinhos pelo teu aniversário,
estejas tu aonde estiveres

Amigo Álvaro

7 comentários:

Xana disse...

Sempre podemos fazer algo , e tu deves ter feito.
Foste amiga, e o acompanhaste isso já é muito, e ele onde está sabe disso :)
beijinho

Aqua Vitae disse...

Olá!
Penso que foste uma super amiga para ele!
Fizeste que pudeste com carinho... com fé... com convicção...
Mas a vida tem coisas que não se entendem...
Mas as recordações são viventes...
Natural esse sentido de perca...
Lembra coisas essas coisas boas sempre...
beijo

utopia das palavras disse...

Sempre juntos...!
Mesmo que só silêncio, amiga!

Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
que lição de amizade,
a gratidão e o respeito,
os sentimentos que mais prezo,
,
conchinhas de luz, deixo,
,
*

Ana disse...

Olá kida Céci!
Imagino o que sentes.
Acredito que a tua amizade é eterna e onde estiver vai ficar feliz por esta bela homenagem tão carinhosa.
Beijinho muito doce,
Guga

O Profeta disse...

O meu pensamento é gaivota
Entre as tempestades e as pedras negras
Meço o tempo pela chegada da Lua
Sou homem nu a que um deus dita regras

Boa semana


Bom carnaval


Doce beijo

A.J.Faria disse...

Existem dores que só quem passa por elas lhes sabe dar o verdadeiro valor.
Há momentos que nos sentimos impotentes perante acontecimentos dramáticos que surgem na nossa vida.
O importante é termos a noção que fizemos o deveria ter sido feito, e assim atenuarmos o sentimento de perca.
Um abraço solidário!