domingo, 26 de julho de 2009

Inspiração


Há dias que espero,
A minha inspiração…
Enquanto chega e não chega,
Estou de caneta na mão!
Acabo por desistir
Quando quiser voltará,
Vou guardar o caderno,
Espero pelo amanhã!
Ate que me dá um “clik”...
Lembro-me de algo ou alguém
Começo a escrever
Mal… mas sempre por bem!
E vou formando rimas
Que as veses não são ricas
Mas a escrever aprendo
Que as palavras são mágicas!
E num desencadear
De rimas menos ricas a caneta
Sinto que escrevo por prazer
Não para ser poeta!
Céci

14 comentários:

Multiolhares disse...

E quando sentimos prazer na escrita, acabamos sempre por deixar uma mensagem
beijinhos

Céu Vieira disse...

Querida Céci, pois é...às vezes a inspiração vai-se, mas logo vem outra vez!... Eu admiro muito as pessoas com inspiração, principalmente para a música e para a poesia. Gosto muito de um bom livro de poesia, ou de textos que me façam meditar.
Deus continue a dar-lhe inspiração para continuar a escrever como tem feito com tanta graça e inspiração.
Deus a abençoe para sempre amada!
Beijinhos e tenha uma semana abençoada.

Canduxa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
utopia das palavras disse...

Só desse modo faz sentido escrever!
O prazer de esplanar sentimentos, gritar raivas, riscar versos...!

Fa-lo amiga, sempre, com a transparência de ti!

Beijinho
:-)

Agulheta disse...

Céci.
Temos dias que assim são,comigo se passa assim,outros nunca mais paro,mas gosto de escrever o que sinto, só assim faz sentido,como digo escrever com o coração, e não meias palavras.
Beijinho e boa semana.

RETIRO do ÉDEN disse...

Querida Céci,

Mesmo não querendo ser poeta...abençoado prazer...pela escrita.

Lindas palavras,

Forte abraço
Mer

Gui disse...

Sei bem o que isso é. E então quando temos prazos para entregar os trabalhos e a inspiração está completamente ausente? Depois vem num repente e escreve-se de rajada.
Um beijo.

Canduxa disse...

Céci,

Nem todas as palavras têm de rimar para serem poesia... têm sim de transmitir uma mensagem.
E, aquela que aqui deixas é muito linda....
Escreves pelo prazer de escrever, para expressares os sentimentos de uma vida.
Um abraço com muita luz

nota: desculpa que retirei o comentário...volto agora a fazê-lo correctamente.

O Profeta disse...

O desejo mora no limite da razão
Há tanto de intemporal em ti
Solta a palavra em lábios inquietos
As cores do teu “eu” penso que não vi

Imaginei-as mil vezes
Ouro de lei, a limpidez dos diamantes
O pensamento é cavalo errante
Feito na viagem de breves instantes


Boa semana



Doce beijo

Nilson Barcelli disse...

Você nem precisa de inspiração para fazer bela poesia.
Falar disso num poema, é obra... mas vc conseguiu um belo efeito poético com o tema.
Gostei imenso querida amiga.
Beijo.

Secreta disse...

Escrever o que nos vai na alma , sem com mais nada preocupar! Isso é a verdadeira escrita.

Secreta disse...

Paço para desejar-te um bom fim de semana.

Agulheta disse...

Céci. Passo pra deixar um sorriso,com bela maresia da manhã.Vou sair uns dias,volto breve.Até lá fica beijinho e muita amizade.

Ana disse...

E tu tens um prazer enorme em escrever e sabes o que dizes sabias?
Pois é querida manda-me a mim fazer um poema, só sei fazer quadras e muito pobrezinhas "tadinhas" mas cada um é para o que nasce.:-)
Adorei mas esta tua bela "inspiração"!
Jinhossssssssss